quarta-feira, 4 de abril de 2012

Felicidade (2)


Tão cedo está ainda escuro lá fora
Estou à janela bebendo café
e com aquelas coisas matutinas
que passam por pensamentos

E vejo um rapaz e um amigo
que sobem a rua
a entregar jornais

Usam bonés e camisolas
e um deles traz um saco ao ombro
Estão tão felizes
que não dizem nada

Penso que se pudessem dariam
a mão um ao outro
É de madrugada
e sobem a rua juntos

Aproximam-se lentamente
O céu começa a clarear
embora a lua paire ainda pálida sobre a água

Que beleza Por um minuto
a morte e a ambição mesmo o amor
não têm nada a ver com isto

Felicidade Chega
inesperadamente e vai mais além
Qualquer madrugada fala disso

Via blog Poesia & Lda

2 comentários:

Vanessa disse...

:) tão bonito. *

Bruno M. disse...

É para ti meu amor ;)*